• INICIO
  • Facebook
  • Twitter
  • Google +
  • Youtube
  • Contacto
  • Comentar
  • Feeds/Posts

05/09/2017

Mais portugueses, menos britânicos, quer dizer


Turismo no Algarve A tendência nos últimos anos foi a dos turistas nacionais escolherem ficar em casa de familiares ou de amigos ou em habitações arrendadas, mas os números de Agosto não mentem.
Voltámos a recuperar após mais de um ano a subida dos nacionais nos empreendimentos turísticos classificados", diz o presidente da AHETA. Elidérico Viegas lembra que este é um bom sinal já que é no mês de agosto que o mercado português tem maior expressão.
O Brexit e a descida da libra parecem ser os culpados e os hoteleiros consideram que é necessário encontrar alternativas, nomeadamente apostando em segmentos com maior poder de compra para manter o share no mercado inglês.

Afinal no que ficamos? Ficamos que perdemos a qualidade a favor da chinelada e do chulé português, culpam o Brexit pela descida do verdadeiro turismo inglês, alemão e outros vindos da Europa, não é o Brexit o culpado, a culpa é que o verdadeiro turista e o turista de qualidade deixou de frequentar o Algarve, e em particular o Barlavento algarvio, a tal qualidade que havia nos anos 60 e 70 desapareceu com a vinda do pseudoturista Tuga, e porquê? Porque o Tuga com algum dinheiro frequenta os hoteis e aparthotéis, os Tugas sem dinheiro e os de chinelo de plástico, que são a maioria, são os tais que frequentam as tais moradias, (apartamentos particulares) denominados segundo a nova lei traidora, de, alojamento local, e são estes que têm saturado o Algarve turístico, com a sua má qualidade, porque são em tão grande abundância que saturam os que por cá poderiam deixar algum dinheiro, como sempre foram os turistas ingleses, os nórdicos, etc.
A balburdia é tanta que isto mais parece uma feira medieval, sem regras, sem higiene, sem respeito, sem ao fim e ao cabo sem o mínimo de qualidade, que esta gente Tuga não tem.
Foi o que pretenderam, estragar, estragar o que era muito bom, estragar a boa qualidade de vida que os algarvios tinham, para recompensar uns imbecis que são proprietários de uma simples fracção de um prédio em regime de propriedade horizontal fazendo-a em aparthotél, uma vergonha o que aqui se passa, ora, os ingleses e outros não gostam disto, querem descanse, querem um pouco de sossegue, e quereem também divertir-se como faziam em décadas anteriores, e com esta portuguesada que não os deixa em paz esta é a única razão para que eles para cá não venham, ou vêm muito pouco, é a razão para que os bons e verdadeiros turistas não se aproximem.
Onde estão os turistas de grande qualidade como eram os nórdicos? Não estão por cá, por cá estão os tugas de pé descalce, com cheiro a sulfato e de T-shir ao ombro, Assim não! Um Algarve para os verdadeiros turistas e não um Algarve para os pés descalces, só com qualidade se pode ganhar dinheiro com esta actividade sazonal onde muitos lhe chamam de indústria, esta é outra..............

Sem comentários: